Nem só de Malbec vive a Argentina!

de Wine em Casa em August 03, 2021
Famosa pela sua tradição quando o assunto é Malbec, a Argentina ano após ano vem mostrando que sabe produzir outras variedades com igual qualidade, além do tradicional e mundialmente reconhecido malbec argentino. Considerada a maior produtora de vinhos da América Latina, sua história começa logo no início de sua fundação quando os primeiros colonizadores trouxeram vinhas espanholas com o intuito de utilizá-las futuramente para consumo religioso. Imigrantes principalmente vindos da Europa, passaram a cultivar o plantio de videiras dando continuidade a sua tradição na produção de vinhos. Então em meados de 1860 as primeiras vinhas da uva Malbec são plantadas na cidade de Mendoza, porém com a expansão de seu território e circulação de imigrantes vindos principalmente da Espanha e Itália, cidades como Córdoba, Buenos Aires e San Juan também foram escolhidas para o cultivo e plantio de novos vinhedos. A história começa a ser desenhada com um empurrão do francês Michel Aimé Pouget, responsável por fundar a Adega Modelo e a Quinta Norma Agronômica, na região de Mendoza. Os vinhos argentinos ganham força e os vinhedos das castas Malbec, Bonarda e Cabernet Sauvignon frutificam e se adaptam perfeitamente ao solo argentino, consequentemente produzindo vinhos argentinos bons e chamando atenção do mercado internacional. Posteriormente, o vinho tinto argentino vai ganhando espaço e se destacando pela sua qualidade e personalidade, inclusive as regiões produtoras passam a se tornar pontos turísticos e atração não apenas nacional, mas internacional. Com o crescimento e popularização dos vinhos argentinos algumas regiões passam a fazer parte do circuito turístico da cidade, Mendoza se torna a região com maior concentração de vinícolas do país, seguido pelas sub-regiões Maipú e Vale de Uco. O resultado de tanta excelência e investimento, são vinhos argentinos premiados e reconhecidos, tornando a Argentina um país destaque nesse segmento e até mesmo com três Regiões de Origem. Atualmente a Patagônia é a região mais nova, considerada um diamante bruto em ascensão na produção de vinhos finos. Após todos esses anos de sucesso, temos a Viña Cobos que tem nada mais nada menos do que Paul Hobbs como um de seus fundadores, o enólogo que dispensa comentários e é respeitado mundialmente. A vinícola vem se destacando desde a década de 90, época onde a Argentina firma sua ascensão e decola no cenário mundial. Então vale a pena deixar a rivalidade com os nossos hermanos de lado e se aventurar nos rótulos argentinos, aqui em nosso site temos uma página especial e dedicada apenas aos vinhos argentinos, inclusive da premiada Viña Cobos. Fique à vontade e se encante a cada descoberta!